Página do Gaúcho

O MAIOR site sobre a cultura
GAÚCHA na internet


Tatu

(com "volta-no-meio")

Eu vim pra contar a história
De um tatu que já morreu
Passando muito trabalho
Por este mundo de Deus.

Anda roda, o Tatu é meu,
Voltinha-no-meio, o Tatu é teu (bis)

O Tatu é bicho manso
Nunca mordeu a ninguém:
Só deu uma dentadinha
Na perninha do seu bem.

Anda a rota, tatu-da-roça
Moça bonita da perna grossa. (bis)

AnteriorPróxima
Chimarrita-Balão Polquinha

Seleção musical

Autor
Folclore popular

Letra enviada por
Manual de Danças Gaúchas
Paixão Cortes e Barbosa