Escritores


 Apolinário Porto-Alegre  Apparicio Silva Rillo
Apolinário Porto-AlegreArdente propagandista da República, negou por mais de uma vez assento na Câmara dos Deputados, no regime monárquico.
Foi o fundador de um clube republicano da Província e fundou a União Nacional, que veio a se chamar Partido Federalista.
  Apparicio Silva RilloApparicio Silva Rilo se destaca dentro de nossa melhor poesia gauchesca.

Original, inventivo, suas imagens se arredondam nas coxilhas e o ritmo é um tropel de vigorosos cavalos.

 Barbosa Lessa  Luiz Antonio de Assis Brasil
Barbosa LessaÉ um dos pioneiros do tradicionalismo, fundador do 35 CTG, autor de alguns clássicos da música nativa como Negrinho do Pastoreio, Balseiros do Rio Uruguai e Quando Sopra o Minuano, entre outras.   Luiz Antonio de Assis BrasilTaura de estirpe maior, com mais de 15 romances ambientados em nosso passado histórico.

Cada livro é um nhaco a mais de cultura baguala que se aprende.

 Cyro Martins  Erico Verissimo
Cyro MartinsCyro Martins, escritor e psiquiatra, criador da expressão "gaúcho a pé". Contribuiu para a criação de uma nova abordagem da temática regional e à recontextualização da figura mítica do gaúcho.   Nasceu em Cruz Alta, filho de uma família de estancieiros arruinados. Muito jovem, montou uma farmácia, falindo em seguida por incapacidade para a vida capitalista.

 Ricardo Pereira Duarte  Roque Callage
Ricardo Pereira DuarteNo fim da década de ’60, formou o Conjunto Marupiaras, grupo de arte regional gaúcha que incentivou a idéia da Califórnia da Canção Nativa, festival precursor do desenvolvimento da identidade cultural gaúcha no Brasil.   Roque CallageRoque Callage, jornalista e escritor, foi cronista do seu tempo, intérprete do Rio Grande da Chinoca, da Querência, do Galpão. Assim como do Rio Grande do Caudilho, do Cavalo e da Revolução.

 Simões Lopes Neto  Jaime Vaz Brasil
Simões Lopes NetoJoão Simões Lopes Neto, descendente da nobre linhagem patrícia chefiada por seu avô, o Visconde da Graça, nasceu na estância situada nos arredores de Pelotas, em 1865.   Jaime Vaz BrasilNasceu em Bagé, ao sul do sul, com um pé na fronteira uruguaya. Depois, faculdade em Pelotas e Residência Médica em Psiquiatria na Associação Encarnación Blaya. Tem cerca de 180 poemas musicados e gravados.

 Josué Guimarães  Caio Fernando Abreu
Josué GuimarãesJornalista, vereador, escritor: deixou obras como "A ferro e fogo", "Os tambores silenciosos", "Dona Anja", "Camilo Mortágua" e outros.   Caio Fernando AbreuCaio Fernando Abreu é considerado um dos principais contistas do Brasil. A sua ficção se desenvolveu acima dos convencionalismos de qualquer ordem.

 Sergio Faraco  Alcy Cheuiche
Sergio FaracoAlegretense e contista, que viveu na Rússia, lotado de prêmios literários, é dos mais buenos do nosso Rio Grande e em seus vários textos encaram o cotidiano da campanha.   Alcy CheuicheAlcy José de Vargas Cheuiche nasceu em Pelotas. Segundo os críticos que analisaram a sua obra, é no romance histórico que Alcy Cheuiche encontrou seu caminho na literatura brasileira: Sepé Tiaraju, Romance dos Sete Povos das Missões.

 João Gilberto Noll  Fabricio Carpinejar
João Gilberto Noll é um escritor em cujo texto sentimos a pura intensidade do ato de escrever. Seu texto, longe de ser torrencial, foge incessantemente da apreensão do leitor, desenhando formas no imaginário que não passam de linhas soltas, imagens cambiantes e livres. Sandro Ornellas.   Fabrício Carpi Nejar, poeta e jornalista, mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. Prêmio Nacional Olavo Bilac 2003, da Academia Brasileira de Letras, com Biografia de uma árvore, escolhido o melhor livro de poesia de 2002.

 Leonardo Brasiliense  Valesca de Assis
Leonardo Brasiliense nasceu em São Gabriel/RS. Em 2002, teve o conto Lili e o monstro (do livro Meu sonho acaba tarde) adaptado para o curta-metragem homônimo, sob a direção de Sérgio Assis Brasil. É membro da Associação Gaúcha de Escritores e da Associação Santa-Mariense de Letras.   Natural de Santa Cruz do Sul, estreou como escritora em 1990, com a publicação de A valsa da medusa. Publicou o romance A colheita dos dias, O livro das generosidades - receitas compartilhadas, Harmonia das esferas. Finalista do Prêmio Açorianos.

 Marô Barbieri  Mário Pirata
Nascida em Bento Gonçalves, tem vários livros editados para o público infantil. Já foi patrona de inúmeras feiras escolares e desenvolve oficinas literárias.   Tem oito livros publicados, sendo que cinco são para crianças e adultos com o coração macio. Começou fazendo folhetos em mimeógrafo, vendendo em bares, portas de teatros e cinemas.


Links Recomendados:
»  Cyro Martins - Centro de Estudos de Literatura e Psicanálise Cyro Martins
»  Erico Verissimo - ALEV, Acervo Literário de...
»  Erico Verissimo por Felipe Zschornack
»  Josué Guimarães - ALJOG/CPL - PUCRS


Editoras de assuntos regionalistas:
»  Martins Livreiro Editora

»  Corag - Cia Rio-Grandense de Artes Gráficas
»  Editora Age
»  Editora LP&M
»  Editora Movimento

»  Editora da Universidade - PUC/RS
»  Editora da Universidade - Santa Cruz do Sul/RS
»  Editora da Universidade - Santa Maria/RS
»  Editora da Universidade - UFRGS
»  Editora da Universidade - Unijuí/RS
»  Editora da Universidade - Unisinos/RS
»  Editora VSZ

Bibliotecas:
»  Biblioteca Virtual do RGS
»  Biblioteca PUC-RS
»  Biblioteca UFRGS
»  Biblioteca ULBRA
»  Biblioteca UNISINOS

Sebos:
»  Beco dos Livros - fale c/Catia, loja da General Câmara